mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Domingo, 1 de Junho de 2014
Bullying
Novo caso. Nesta escola. Logo no início do ano. Envolvidos identificados já do ano passado. Agressor e vítima. Punição do agressor. Castigo para desmotivação do agressor e possíveis imitadores. Muito certo. Nada a dizer.
Aprofundamento da situação. Ouvidos os outros alunos. Apuramento de outro tipo de agressão. Descobriu-se o instigador. Calado. Ar de pureza angelical. Ambiente familiar aparentemente normal. O recomendável. Realidade. Mente retorcida. Lição. Nada é o que parece. Toda a trama foi descoberta. Alunos apanhados em contradições. O incitador. O único desafiador à desmontagem da trama. A sua mente! Apesar de ter sido descoberto. Apontado. Isolado. Repetidos verbalmente os acontecimentos. A mesma história. Inalterável. Fé inabalável na sua própria versão. A verdade coberta com a mentira. Raciocínio obrigatório. Aluno frio. Determinado. Disposto a tudo para manter imagem. Sem remorso. Atitude desconcertante por parte dum miúdo. Não deverá ter mais de 14 ou 15 anos. Traz à lembrança acontecimentos americanos envolvendo jovens adultos ou menores. A aparência calma não desmistifica o furacão interno. Estupefacção das vítimas americanas. Ausência de sinais externos. Falso. Estiveram sempre lá. Incapacidade de leitura adequada. Alarme. Acompanhamento psicológico dos alunos. Sem excepção. Os exteriorizadores são facilmente identificados. Os outros? Merecedores de maior atenção. Violência profunda. Enclausurada. Disfarçada num convívio interno difícil. Mudança na observação do próximo. Interesse genuíno pelo outro. Treino da leitura dos sinais não-verbais. Mais importantes do que os verbais. A devida identificação. A ajuda atempada. A prevenção da violência. Outro tipo de ajuda essencial e descurado. A ajuda espiritual. A atenção a esta faixa etária tão crítica. A procura. A curiosidade. A tentação. Adolescentes confrontados com situações críticas. Incapacidade de resolução. A prisão das emoções. O futuro. A condição para a criação de uma qualidade de vida melhor passa pela atenção/observação destes miúdos. Ajuda preciosa e atempada. Vale mais uma identificação errada do que um caso problemático por identificar. A solução de problemas transcende a classe docente. Convívio na sala de aula. Pouco mais. Mas a vigilância cabe a todos. A escola tem de deixar de ser um armazém de crianças, adolescentes e jovens. A mente. O espírito. Dois cuidados preciosos. Para um mundo melhor. Para um futuro melhor. Que situações destas não se voltem a repetir. Cuidado aos pais. Os primeiros determinantes no funcionamento da mente e emoção humanas. Que não se repita um caso desnecessário a que assisti. Uma criança de muito tenra idade a cantarolar alegremente uma frase como se fosse a letra mais pura de uma canção infantil “Vamos matar comunistas!” E depois acrescentava “Nâo é, pai?”Outros três pequenos seguiam-na ao ritmo da improvisada cantilena. Calados. Mas igualmente alegres. Quem seriam “os comunistas”? Só os pais sabiam.

tags:

publicado por fatimanascimento às 01:04
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds