mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Domingo, 9 de Outubro de 2011
Espírito empresarial

 

É o que falta neste país. A muitas pessoas, mesmo! Onde poderia e deveria existir honestidade há toda uma inexplicável e intrincada teia mal conhecida de acções que ainda está por descobrir, se é que alguma vez irão descobrir. Estou farta de contar histórias na terceira pessoa. Chegou o momento de o fazer na primeira. E que me desculpem os visados, mas a paciência terminou! Eu, actualmente, vivo uma experiência que faz ter, dos empresários portugueses (pelo menos alguns) uma ideia muito negativa. Já tenho alguns livros publicados distribuídos por várias editoras. O que acontece comigo, penso que se passa com grande parte dos autores portugueses. Vou colocar o assunto desta forma: imaginem uma microempresa que, recebe a matéria-prima para confeccionar os seus produtos mas, para grande surpresa dos fornecedores, estes não são pagos. Como sobrevivem estes empresários abastecedores dessa matéria-prima essencial se não são pagos? Vamos agora especificar mais o assunto e vamos aplicar esta história a uma microeditora. Estas vivem da publicação de livros e da venda dos mesmos. Os fornecedores da matéria-prima são os escritores. O que acontece quase invariavelmente (digo quase porque há excepções que adiante irei mencionar) é que estes se queixam aos autores dizendo que não se vende nada. Até dá para acreditar, se não fossem pessoas, colaboradores ou não, a testemunhar o contrário. É desencorajador perceber que estamos a ser enganados pelas pessoas nas quais pusemos toda a nossa confiança! Acreditei nas palavras quando estas não tinham outro objectivo do que enganar-me! Com pena, e querendo ajudar, disse que dispensava os meus direitos de autor. Nunca deveria ter feito tal coisa! Principalmente quando se sabe que essas pessoas nem, muito provavelmente, terão contabilidade nem sabem exactamente o que ganharam porque a sua conduta imediata é a de gastarem todo o dinheiro recebido da venda dos livros, tentando, desta forma, manter um estilo de vida que a própria empresa não sustenta! Não teria mal nenhum se, antes de gastarem esse dinheiro em vaidades, tivessem tido a hombridade de pagarem o que devem aos seus fornecedores! Agora, gastarem o que têm e o que não têm e, ainda por cima mentirem, para evitarem qualquer tipo de reivindicação, é demasiado! E, se juntarmos a tudo isto, a falta dos contratos referentes às diferentes obras que não foram enviados… Ultrapassa qualquer tipo de bom-senso. Agora, como poderemos saber o volume exacto de livros vendidos para podermos exigir o que é nosso por direito e que foi propositadamente ignorado e desprezado? Teremos forçosamente de recorrer aos tribunais! Teremos de pedir a um advogado que faça o favor de pesquisar a contabilidade (se a houver!) da editora para apurar o número exacto de livros vendidos e podermos, assim, receber os direitos de autor? Como podemos proteger-nos destas pessoas de má fé que não se importam de prejudicar a própria empresa quanto fará os seus fornecedores?

Sabemos que são raros os autores capazes de viver da escrita, mas daí a sermos vilipendiados pelos donos da empresa em benefício próprio, vai muito para além das expectativas de um autor.

Tenho de ressalvar, obrigatoriamente, uma editora – a Chiado Editora – que honrou os seus compromissos para comigo. E conforme o fizeram comigo, tenho a certeza que fizeram o mesmo com os demais. Haja alguém que trabalhe no sentido de honrar o nome da empresa e do mercado livreiro, lutando para o seu sucesso e o dos seus colaboradores. Isto é um exemplo, para mim, de um bom espírito empresarial.

No que respeita à SPA (Sociedade Portuguesa de Autores) esperemos que consiga realizar um dos trabalhos para a qual está, espero eu, infelizmente vocacionada – defender os direitos dos autores. Vamos ver qual é a sua capacidade para resolver assuntos desta natureza. Esperemos que tenha uma boa equipa de fiscais, dispostos a deslocarem até às editoras para fazerem o trabalho que estas, muito possivelmente, não fazem, porque com editores desonestos, todo o cuidado é pouco!

Depois, e o que é mais terrível, é vermos o próprio editor a insultar verbalmente , frente a pessoas desconhecidas, um autor seu porque teve a coragem de o denunciar à SPA. Ao ponto a que chegámos! Qualquer dia os autores vão ser castigados fisicamente por terem a coragem de obrigar os editores a cumprirem a sua obrigação! Já faltou mais!



publicado por fatimanascimento às 21:11
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds