mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Quarta-feira, 8 de Junho de 2011
Praxes militares

Já se tinha ouvido falar do Colégio Militar e das práticas realizadas dentro daquela instituição, entre alunos, que mais não era do que violência nua e crua à mistura com muita maldade. Agora estamos perante outro caso em que alguns colegas militares se juntaram para agredir um colega. Muita coragem! Ao que parece eram seis para um! E são indivíduos destes que vão fazer parte das fileiras da nossa marinha. Podemos estar bem orgulhosos de indivíduos que cobardemente, e aproveitando encontrar-se em maioria, desancam um colega com uma fúria injustificável. E não sei o que mais me chocou, se a agressão se a decisão do tribunal militar. Três dias sem poderem sair? Só podem estar a brincar! A vida humana parece cada vez ter menos valor. Para já, não sei porque têm os militares de ter um tribunal à parte; depois, esta agressão, embora realizada em espaço militar, ultrapassa as fronteiras daquele. Trata-se de uma agressão de um cidadão conta outro. Não me conformo com o que aconteceu. Além de um atentado ao pudor humano, tratou-se um acto cobarde! Nem sei o que faria se acontecesse a um filho meu. Só sei que nenhum tribunal militar resolveria este problema. A primeira atitude seria retirar o meu filho de lá recorrendo a tudo o que pudesse. Depois recorreria ao tribunal civil. Se fosse um acto de insubordinação, aqueles rapazes levariam um castigo exemplar, mas como se trata de violência contra um colega é encarado de forma diferente? Eu não me sinto segura sabendo que jovens daqueles farão, um dia, parte das fileiras da marinha. Eu expulsava-os da escola. A violência não justifica nada e muito menos a cobardia bem patente naquela situação. Vi, pelo menos, quatro a espancar um colega. São imagens horríveis! Que cobardia! Nem deram oportunidade ao jovem de se defender convenientemente! Que cobardes. Aliás este tipo de brincadeira só é levada a cabo pelos cobardes. Porque antes de serem militares são pessoas. E há cada uma mais negra que a outra. Revelam-se nestas situações. Aqui a máscara cai inevitavelmente. Quanto à decisão do tribunal militar em nada torna a disciplina exemplar, mais parece um convite a mais cenas de pancadaria desta natureza. O castigo deveria ser mais pesado. Que raio de tribunais são aqueles? Só mostram mão pesada quando morre alguém? Talvez nem aí? Que tristeza de decisão! Que tristeza de julgamento! Que tristeza de militares que não se sabem impor em casos onde a mão pesada não pode falhar sob pena de voltarem a acontecer casos destes. Umas palavras para o pobre jovem que se debateu bravamente contra aquela odiosa humilhação sofrida: eles deveriam ter vindo contra ti, mas um de cada vez! Foste um bravo soldado. Orgulho-me de ti, jovem. Debateste-te bem, mas eles eram mais! Foi só este o teu azar! Os outros cobrem a instituição de vergonha. Uma palavra para quem denunciou esta situação, senão não teríamos provas do que acontece naquelas instituições, e nós vivemos em Portugal, onde toda a gente gosta de esconder o mal embora não tenham vergonha! É claro que a mensagem não é para todos, só para aqueles a quem serve a carapuça!



publicado por fatimanascimento às 10:47
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

2 comentários:
De João a 13 de Novembro de 2011 às 01:56
obrigado por partilhar com tantos leitores uma opiniāo tāo válida e real. Fiz questāo de citar no meu blog por estar tão de acordo coma sua opinião.... Espero que haja cada vez mais pessoas assim... :)


De fatimanascimento a 13 de Novembro de 2011 às 11:14
Obrigado, J., por ter lido e por estar de acordo. Que venham muitos mais! Aquelas praxes nada têm de brincadeira, são maldade nua e crua.! É preciso mudar. Para tal é preciso muitas pessoas! Onde estão elas?
Abraço.
F.


Comentar post

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds