mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009
Coragem e maldade

É possível confundir uma e outra? Ao que parece pode acontecer, embora nada tenham a ver uma com a outra. Para se ter coragem não é preciso ser-se mau. Até porque a maldade anda de mão dada com a cobardia. A coragem está ligada a um sentimento nobre não um sentimento mesquinho e mau. O que pode acontecer é a maldade andar de disfarçada de muita maneira, até de coragem. Por exemplo, entre os adolescentes há situações que até os mais velhos apelidam de “brincadeiras” que mais não são que uma manifestação de malvadez. Quando me perguntam qual é a fronteira entre uma e outra, eu costumo responder que na brincadeira todos se divertem sem excepção e que a “brincadeira” se transforma em maldade quando uma pessoa que seja não se diverte com ela. Na primeira não há vítimas e na segunda há sempre, no mínimo, uma. Já assisti a muitas “brincadeiras de mau gosto” que na realidade são maldade na sua mais pura manifestação. Não percebo é porque é que as pessoas têm medo de chamar as coisas pelos nomes. Talvez no medo que têm de as encarar na sua forma pura, sem qualquer artifício. Assusta, é certo! A própria coragem não se manifesta com a execução da força mas com a ausência dela. Muitas vezes, a manifestação da força mais não é que a cobardia a manifestar-se. Geralmente, a força orienta-se para vítimas mais fracas e isoladas. Aqui não é difícil perceber a cobardia. Também aqueles que sistematicamente fazem uso da sua força, ainda que seja para se gabarem, escondem sempre alguma fragilidade que alguém mais esperto e mais batido vai conseguir detectar. Depois, quem é corajoso não precisa de se vangloriar da sua coragem. É, simplesmente, não tem necessidade de a exibir. Qual é a diferença? A primeira é autêntica enquanto a segunda é só máscara. Olhando ao que se passa no Colégio Militar, ou passou, tem talvez a ver com a escolha das pessoas. Acho que o problema ali tem a ver com a incapacidade de perceber a fronteira entre pessoas corajosas e as maldosas. As primeiras fazem falta às forças armadas nacionais, a outra é desprezível e deixa um rasto de excessos onde quer que se manifeste. O pior é as pessoas que avaliaram a situação. Não sei o que se passou exactamente, mas parece ter sido grave para envolver tanta gente, e só levaram como sanção uma suspensão? Se a pena nos tribunais a pena pode ir até cinco anos de prisão, só sofreram uma suspensão da parte das entidades que avaliaram a situação interiormente? Alguma coisa está mal e acho bem que se emende quanto antes, pelo menos antes que a maldade tome proporções desmesuradas e acabe por tirar, consciente ou inconscientemente a vida a alguém. Falei aqui do Colégio Militar, mas há outras corporações onde tais “maldades” disfarçadas de “brincadeiras” tomam também contornos sinistros. E manifestam-se também contra vítimas mais novas e mais fracas. A história repete-se por aí. Há que pôr cobro a isso, em todas e quaisquer situações. É que a maldade não respeita nada nem ninguém. E, sem respeito, tudo o resto falha.



publicado por fatimanascimento às 13:14
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds