mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009
A esquecida invasão do Tibete

Já lá vão… quantos anos? Mais de cinquenta… para aquela população subjugada à força por uma vontade férrea que nada mais vê do que os seus interesses materiais naquele minúsculo país, deve parecer mais. Mais uma vez interesses económicos estão por trás de um movimento expansionista, para o qual não se vê fim a curto, médio ou longo prazo. A única resistência continua a pertencer a um povo fiel ao seu ideal de independência que desafia constantemente a autoridade imposta arriscando a sua vida. Eles manifestam-se para que o mundo à sua volta os oiça e reaja. Muitas pessoas fazem-nos chegar notícias de distúrbios acompanhadas de fotos que fazem surgir à margem da rigorosa vigilância das autoridades chinesas. As imagens mostram que, apesar da dura repressão, os tibetanos continuam a manifestar a sua vontade na rua, alheios ao que lhes possa acontecer. O que mais me entristece é ver tanta coragem debater-se contra a indiferença mundial. É ver como países com ambições expansionistas ainda se movem livremente sem qualquer tipo de sanção da parte dos outros. Não sei o que podem os outros países ganhar com tal atitude de indiferença face à presença chinesa no Tibete. O que a História já nos mostrou é que a aparente neutralidade perante uma semelhante manifestação expansionista nunca favoreceu ninguém nem nada, nem mesmo a paz. Depois, a manifestação de alguns países não chega, terá de ser uma força conjunta de vários países capazes de empurrar a força chinesa para dentro das suas fronteiras. Uma manifestação expansionista desta ordem não favorece ninguém a não ser os interesses da actual China. Não vamos ser ingénuos a ponto de pensar que uma mudança política poderá desviar o interesse económico da China do Tibete. A tendência, já se passou o mesmo com a Alemanha nazi, é de aumentar a procura de matérias-primas para alimentar uma poderosa indústria em crescimento. Se não conseguirem fazê-lo dentro das suas fronteiras terão de as procurar fora delas. Se não conseguirem acordos comerciais que satisfaçam as suas ambições (mesmo que não seja por má vontade só que seja por incapacidade de total satisfação de um tal acordo) irão buscá-las fora das suas fronteiras. É que apesar do seu vasto território, não vamos ser ingénuos a ponto de pensar que ela encontra tudo quanto precisa dentro do seu próprio território nacional. (Para já, mercados não lhe falta! A China vai crescendo com uma outra espécie de invasão, esta mais pacífica, a de ordem comercial. Vejamos a questão de Angola, por exemplo, onde, segundo algumas vozes, a sua presença em nada favorece a economia angolana, mas só a sua própria economia nacional. Todo o material utilizado pelos chineses, naquele país, vem da China!) Mesmo que a política mude, há um vector que se vai manter, a procura constante de matérias-primas e outras necessidades capazes de alimentar a sua indústria essa mesma que cria a tão almejada riqueza e a torna uma possível futura potência mundial. A questão é que não vai arranjar sarilhos com muitos países ao mesmo tempo quanto mais não seja para evitar uma crise mundial mas vai apontando as suas armas para as suas próximas vítimas. Aqueles que agora dormem descansados podem ser as próximas vítimas. Não se preocupem, as potências invasoras arranjaram sempre pretextos pertinentes para ocuparem outros países. E a História tem tendência a repetir-se, não? Quem vai ser a próxima vítima? Sim, porque ao calarmos esta invasão votando-a à indiferença (mesmo noticiosa) estamos a pactuar não só com esta mas com futuras atitudes expansionistas. Que pena! Cada vez mais se nota que evoluímos de muitas maneiras mas raramente na maneira certa, uma vez que os erros humanos se repetem! Só mudam as caras! Entretanto, a diplomacia, na qual eu nunca acreditei, naquela que é sinónimo de hipocrisia e vazio de vontade, nada faz. Acredito em pessoas de boa vontade e boa fé que lutam por aquilo em que acreditam. Acredito no bom povo tibetano que, apesar de tudo, continua a lutar por aquilo a que tem direito – um país e um governante à sua escolha! Aqui fica a minha simpatia para com a sua causa!

 



publicado por fatimanascimento às 18:15
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


posts recentes

O que é a poesia?

Monarquia versus repúblic...

Meninas mulheres

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds