mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009
Escutas

Se aconteceram, é grave. Se não aconteceram… também é grave. O que não se compreende é o silêncio! Mesmo sob o pretexto de não querer desviar as atenções da aborrecida propaganda eleitoral, que nada traz de novo, e na qual só meia dúzia de indivíduos acredita, perante uma enorme plateia de muitos outros desiludidos e cansados, o silêncio incomoda. E incomoda porque parece encerrar algo de grave. Quando se fala de escutas, fala-se de um abuso de autoridade sobre um direito fundamental que é o direito à privacidade – liberdade individual. Há aqui um verdadeiro ataque à liberdade pessoal e institucional. E o que é mais importante que a liberdade? Será este direito fundamental menos importante que a propaganda eleitoral? Eu não confio em pessoas capazes de se servirem de um esquema tão baixo (mas não é disto que a política é feita?) para servirem os seus próprios fins. Nada justifica este acto que, para além de ser cobarde, não deixa de ser revelador sobre as pessoas que os ordenaram ou executaram. Mas não se sabe muito bem o que aconteceu. O Presidente da República, que já teve intervenções nacionais, a nível social, bastante oportunas, alertando para os problemas existentes e para a necessidade de uma intervenção, o que me surpreendeu bastante pela positiva, (e também a muitos outros!) esconde-se agora atrás de um silêncio revelador. Se as escutas existiram, e tudo revela que sim (a existência do processo facultado ao jornalista) tinha de ser necessariamente denunciada, independentemente da altura, uma vez que os portugueses não conhecem a natureza dos políticos, e esta diz tudo sobre os possíveis futuros governantes. Se esta situação pode modificar a situação política do país? Não sei… só para os indecisos, uma vez que as massas continuarão, independentemente do que o seu partido faça, a apoiar o seu partido (à semelhança do que acontece com os clubes de futebol). O que não se compreende é o silêncio. Ou este silêncio terá como estratégia o esquecimento do caso após a apoteose das eleições? Este caso já se vem arrastando há algum tempo, sempre acicatado com as mesmas respostas – as explicações que virão a seu tempo. Só a insistência da comunicação social impede o seu esquecimento. Agora, inexplicavelmente, aparece a notícia do despedimento do assessor de imprensa do Presidente da República. Porque não aconteceu logo na altura, quando o caso se tornou público? Porquê este compasso de espera? Isto é revelador de que o caso não existiu e foi tudo uma artimanha política desse assessor? Então, como se cria um processo do nada? É precisa muita imaginação. E isto é característica nunca encontrada num político. Daqui vai sair uma imagem deteriorada do próprio Presidente da República. Só ele vai perder com todo este problema! Se não for prejudicado por um lado, será pelo outro, isto é se não for o povo a fazê-lo pagar pelo seu silêncio serão outros a castigá-lo quando e se o fizer. Não é fácil!



publicado por fatimanascimento às 12:54
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds