mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Domingo, 13 de Setembro de 2009
Férias

São agradáveis e são necessárias. É um tempo que podemos e devemos disponibilizar para nós e para a família. È tempo da redescoberta do prazer do convívio em família e da descoberta da personalidade/carácter dos nossos filhos, sejam adolescentes ou crianças. Eu quase não tinha direito a férias, na verdadeira acepção da palavra, não fosse a gentileza de pessoas amigas que me disponibilizaram os meios necessários para poder partir, por duas semanas em direcção a uma das províncias mais bonitas do nosso país. Mais do que férias, este tempo de descanso funcionou como uma terapia para me recompor de muitos momentos difíceis por que passei no último ano e meio. Redescobri o gosto pela leitura de marcantes autores da literatura mundial, desde a inglesa Jane Austen aos autores russos, Máximo Gorki, Dostoievsksi, Tolstoi…, quando o desânimo, aliado ao cansaço, só me fazia ver e rever filmes e ouvir música. Parecia que não conseguia concentrar-me de forma a perceber o que lá estava escrito. Não sei o que tinha. (Mas já há muito que percebi que tudo tem a sua explicação, ainda que a arrogante ciência não a aceite. Talvez porque ela não abarca todos os campos. Talvez a vida de todos fosse mais feliz e mais simples se só houvesse ciência e nada mais para além dela. Não liguem. Estou cansada ainda. Mas não deixo de pensar como o filósofo francês, talvez com razões diferente das dele, que se não houvesse Bem também não houvesse Mal, é só isso). Mas voltando ao assunto das férias, está a ser formidável. Redescobri o prazer de estar com os meus filhos, embora só tivesse oportunidade de estar dois dias com o mais velho, que, devido a compromissos (é bombeiro voluntário) teve de regressar a casa para cumprir os seus compromissos. Aí está um trabalho para qual foi talhado. Nunca vi ninguém tão empenhado! Brincámos, jogámos, disparatámos até cair no riso solto, enfim… fizemos tudo o que uma família normal faz. Somos felizes. Assim nos deixem em paz! Houve alguns momentos dignos de registo como o que protagonizou a minha filha mais nova de seis anos apenas. Estava a brincar com a mais velha quando esta, fazendo-se distraída, empilhava pás de areia ao lado do balde. Ao ver aquilo, a pequena, a poucos metros dela, correu a colocar o balde debaixo da pá, a irmã prosseguindo a sua brincadeira, continuava teimosamente a acumular a areia ao lado do balde; a pequena, sempre atenta aos gestos da irmã, acompanhava a dança do braço com balde, colocando-o na situação favorável à recepção da areia. A irmã, não resistiu e desatou às gargalhadas, perante o espanto da mais pequena e contou-me a cena entre risos, abraçando a pequenita que ria com ela, ainda admirada. Outra situação tem a ver com o meu mais velho e a sua posição protectora em relação a nós, sobretudo à irmã mais velha, evitando os indesejáveis rapazes de se aproximarem dela. E ao que parece eram bastantes! É o preço da beleza! Outras das descobertas foram as conversas e as brincadeiras com a mais velha, que possui um excelente sentido de humor, sem nada a interromper. Bastante inteligente! Gosto sobretudo de perceber o que a distância do local onde vivemos nos pode fazer. Nem nos apetece voltar. Por que será? Talvez por pensarmos que os problemas não resolvidos estão lá, à espera do nosso regresso.

 



publicado por fatimanascimento às 21:31
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds