mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Domingo, 6 de Setembro de 2009
A ideia de coesão

Desde pequenos que lemos ou ouvimos histórias/estórias de pessoas/personagens que se destacaram das do seu tempo por atitudes de coragem que faltaram aos outros. São os chamados heróis. E há imensos. A maior parte deles mortos e outros não passam de personagens de filmes ou banda-desenhada que nós admiramos porque não conseguimos imitá-los. São, na sua maioria, solitários actuando sozinhos contra inúmeros perigos. O problema da ideia dos heróis é que não nos deixam perspectivar a ideia do conjunto. Esta está a perder-se ou perdeu-se já. Ninguém é herói sozinho. Mesmo que comece como tal. Há sempre uma altura da história/estória em que eles precisam dos outros ou acabam invariavelmente por morrer. O mesmo se passa se passa na vida real. Mas há sempre pessoas que teimam em que o problema é deles, que não se metessem no problema, que não querem pôr em perigo a sua confortável vida para enfrentar seja quem for. Querem uma vida descansada, sem sobressaltos. E esquivam-se de tudo quanto possa aniquilar esse modo de vida. Ainda que tenham de passar por uma situação que os incomode, eles calar-se-ão com medo das consequências. Todos sabem que todos os heróis pagaram uma factura mais ou menos elevada pela coragem demonstrada frente a uma situação injusta. E ninguém está preparado para tal. A diferença, para o bem, traz sempre consequências nefastas. O lema dos três mosqueteiros “Um por todos e todos por um” parece só funcionar para o mal. Talvez que os ideias do bem não enriquecem ninguém, só contribuem para um mundo melhor. O primeiro funciona com interesses, e sabemos que estes prevalecem sobre os outros. Encontramos muita gente capaz de se levantar para se bater pelos seus interesses físicos mas nenhum ou quase por um mundo melhor. Há um filme que é extraordinário nesse aspecto, uma vez que destrói a ideia do herói isolado para encontrar a ideia de heróis. Trata-se de “O Senhor Dos Anéis”. Aqui não há um herói mas um conjunto de heróis. Lembro-me da última parte da saga, “ O Regresso do Rei”, já perto do final, quando o portador do anel, encarregue de o destruir, é levado ao colo pelo seu inseparável amigo que percorre, por ele, a distância final que o separava do seu objectivo. Ninguém consegue nada sozinho. Mas também ninguém consegue nada assumindo uma atitude de avestruz, escondendo a cabeça na areia frente ao perigo. Mas como ninguém conhece ninguém, e aqueles que pensávamos que conhecíamos revelam-se, no final, outras pessoas completamente diferentes, já ninguém confia em ninguém, nem em si próprio. Estaremos perante um caso perdido? Não, julgo que não. Ainda não chegámos a uma situação desesperada. Só então se reunirão esforços para defender o que está certo. Só espero que não seja demasiado tarde para empreender todo um caminho que evite a desgraça do ser humano enquanto ser humano.



publicado por fatimanascimento às 10:07
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds