mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Sábado, 23 de Maio de 2009
Famílias homoparentais

Nunca olhei a raças, credos ou culturas… sempre me concentrei na natureza humana. Como tal, consigo ultrapassar muitos dos preconceitos que dominam as sociedades. Não sou a única a fazê-lo. Como tal, aceito as relações homossexuais, assim como nada tenho contra a adopção de crianças pelos mesmos. Considero “BrokebackMountain" um dos filmes de amor mais bonitos da história do cinema. Qualquer relação baseada no amor é bonita. Sejam elas de natureza heterossexual ou homossexual. Defendo o direito à união matrimonial e à adopção. Há, no mundo inteiro, crianças necessitadas de pessoas, casais ou não, que as amem e protejam, seja qual for a sua orientação sexual. Sempre defendi que as crianças precisam antes de mais, de alguém que as ame e as proteja. E isso pode vir de qualquer ser humano dotado de boa índole, que possua uma enorme e verdadeira capacidade de amar. Porque, para além das diferenças, somos antes de mais, seres humanos. E é no ser humano que temos de apostar, independentemente das diferenças, que são menores, quaisquer que sejam. O que é mais difícil de perceber é a natureza do ser humano que temos pela frente. E, deixemos de rotular estes e aqueles, porque a maldade reside, muitas vezes, onde menos se espera. Ninguém é mau só porque é diferente. Eu não sinto os homossexuais diferentes de mim. Tenho amigos homossexuais, de ambos os sexos, que são excelentes pessoas e que precisam, como todos nós, de sorte para serem felizes. Alguns deles dariam excelentes pais, mais do que alguns heterossexuais que conheço e que, de pais, têm muito pouco ou mesmo nada. Tudo é relativo. O que temos é de deixar de rotular as pessoas, uma vez que isso não nos torna mais felizes ou aos outros. Um dia, ao falar de homossexualidade junto de adolescentes, estes mostravam-se muito renitentes, com a ideia de que aqueles eram pessoas doentes que andavam a perseguir outras para fins de natureza sexual. Há de tudo. Há heterossexuais que são doidos por sexo e há aqueles mais calmos. O mesmo se passa com os homossexuais. O que não podemos fazer é acusá-los injustamente de todas as perversidades só por serem supostamente diferentes. O que é ser diferente? Para mim, não é, certamente ser-se homossexual, é ser-se um monstro com rosto humano. Estes é que são perigosos. Por que o mal existe e o ser humano não é invulnerável ao mesmo. O facto de o exemplo ser marcante para a criança, isto não está bem estudado. Depois, qual é o mal de vir a ser homossexual? Não é crime. Na vizinha Espanha, já se evoluiu nesse sentido. Não muito, porque a lei não acaba com os preconceitos, mas ajuda. A pouco e pouco, a homossexualidade vai ser aceite e as famílias, constituídas por casais homo ou heterossexuais, vão poder confraternizar em harmonia, sem qualquer tipo de medo infundado. Há que avaliar o ser humano pela sua natureza, boa ou má, não pela sua raça, etnia, cultura, posição social ou inclinação sexual. O mal é transversal a estas diferenças anteriormente apontadas. A questão é saber onde reside o mal. E isso é o mais difícil.

 



publicado por fatimanascimento às 11:09
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds