mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Domingo, 15 de Fevereiro de 2009
As palavras do cônsul

Já todos ouvimos falar das chamas que devoram o território australiano, e dos prejuízos que causaram a um grande número de pessoas, que perderam os seus bens e alguns, inclusive, o bem mais precioso - as suas vidas.

Esta manhã deparei-me, num dos noticiários da rádio, com as palavras indignadas de um nosso compatriota, que, muito revoltado, tecia elogios ao apoio australiano que lhe estava a ser prestado, e que em nada parecia diferenciado do que davam aos próprios australianos, mas indignava-se contra o pessoal do consulado, instalado na cidade, da qual mora a poucos quilómetros de distância. Contava o indignado cidadão português que, para além do apoio prestado pelas autoridades australianas, desse consulado, não havia nem notícias. Passado pouco tempo, ouvia-se um registo também ele gravado, com as palavras do próprio cônsul, que dizia que existiam na Austrália mais de 15 mil portugueses, pelo que ele não poderia adivinhar se algum dos portugueses, residentes naquele país, havia sido atingido pela catástrofe. Estas palavras criaram em mim uma estupefacção! Compreendi, naquele momento, o nosso compatriota! O pessoal dos consulados parece estar fechado no seu casulo, só se lembrando da sua tarefa, quando lhes chega alguma notícia, revelada pelos diferentes meios de comunicação social ou pelos outros meios: telefone, fax, etc.. É curiosa esta atitude! Espera-se das pessoas de um consulado que mostrem um mínimo de interesse pelo que se passa à sua volta. Como? Telefonando, elas próprias, para as autoridades australianas ou deslocando-se elas próprias aos serviços onde possam ser informadas se há portugueses atingidos pela calamidade. Era esta a atitude que eu também esperaria dos membros do consulado português, se estivesse na pele dos nossos compatriotas - que se interessem e procurem informar-se sobre o que se passa com a comunidade portuguesa ali residente. Se não for assim, para que serve a criação desses postos de trabalho em países estrangeiros? Só para dar empregos a amigos, que se comportam como se estivessem a passar umas férias no estrangeiro, bem pagas ainda por cima? Isso, qualquer pessoa pode fazer… mas num cargo destes, há que ser minimamente exigente com essas pessoas que representam o país. Concordo, absolutamente, com a indignação e as palavras do nosso artista plástico, residente naquele país. Depois de alguns casos isolados que chegaram ao nosso conhecimento, através da comunicação social, este é mais um que põe em causa a eficácia do trabalho dos nossos diplomatas no estrangeiro.

 



publicado por fatimanascimento às 11:25
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds