mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Sábado, 31 de Março de 2007
Os bons maus vizinhos!

Muitas vezes ouvi a expressão “Deus nos livre de maus vizinhos!”, mas nunca pensei vir a pensar e, muito menos, a dizer o mesmo. Daqueles que têm uma conversa para cada pessoa… Acontece que há pessoas para quem o mundo tem de ser feito à maneira deles, que querem impôr a sua maneira de viver aos outros e, quando estes não alinham, acabam por incomodar tudo e todos.  É o que há mais por aí… dizem muitos! Eu não sei se há muitos assim ou não, eu sei que, eu e os meus vizinhos, temos um entalado entre as nossas casas. E, posso acrescentar, que nem o desprezo o acalmou, antes pelo contrário, está cada vez mais venenoso e provocador! A nossa resposta: desprezo. O motivo de tanto ódio? Os animais… mais propriamente três cães: dois do meus vizinhos e um nosso. Do que é que ele se queixa? Dos maus cheiros e do barulho. Este último, segundo a queixa que ele fez à câmara e que me foi dada a ler, parece ocorrer na ausência dos donos. Já fiz várias experiências e concluí que é …MENTIRA! Falei também com a vizinhança mais próxima que me confirmou ser mentira: o cão ladra para dar sinal, isto é, quando alguém se aproxima! O que é ainda considerado natural, não? Mas nada que seja insuportável! Ninguém se sente incomodado a não ser este vizinho! Se os cães uivam? Ora, este bairro de vivendas está cheio de cães. Todas as vivendas por onde passei, têm, pelo menos, um. Começam primeiro os outros lá longe, à entrada do bairro, até que se propaga, num coro lamentoso até aos nossos cães que os imitam.

   Chamou por duas vezes a polícia à minha residência, com o pretexto de que o cão ladrava muito. Só o ouvi ladrar quando o carro da polícia chegou. Ele alega que está doente porque não dorme, toda a outra vizinhança dorme, mesmo a minha pequenina de quatro anos! Mais uma vez, a queixa é só dele!

   Quanto aos maus cheiros, eu e a minha vizinha, limpamos o quintal de manhã, antes de sairmos e à noite, quando regressamos. Até os meus filhos colaboram na limpeza! De manhã, apanhamos o cocó do cão e lavamos o chão com bastante água e detergente… Um dia, vinha eu a chegar do trabalho, aborda-me o homem dizendo que a água que passava rente ao passeio da casa dele cheirava a xixi… eu, muito honestamente, retorqui que não me cheirava a nada! Então ele deita-se no passeio com o nariz em cima da água e convida-me a fazer o mesmo. Adivinhando a paranóia do homem, resolvi não ligar e desprezar, mas de uma coisa tive a certeza: não só não deitava cheiro como, sendo ele tão dado a nojos, nunca conseguiria chegar com o nariz tão perto da água, se ela cheirasse assim tão mal, como ele queria fazer crer. Noutro dia, a mulher aborda-nos dizendo que havia pêlo de cão ao lado do portão, eu retorqui que a minha filha, encarregada nesse dia da limpeza, ainda não terminara. E era verdade! E eles viram-nos, muitas vezes, a apanhar o pêlo do cão à frente da casa deles! Não chegou… não era ainda suficiente! Quanto ao xixi, como já atrás referi, não é muito, (deve ser o tamanho do cão que o leva a pensar que deve fazer litros de xixi diariamente!) e leva tanto detergente e água que esta só pára lá em baixo, junto da sarjeta. Mesmo quando o cão faz diarreia, apanho a maior parte com sacos de plástico e, o que resta, que é quase nada, vai então na água. Só que nós temos até a preocupação de deixar correr a água até termos a certeza de que esta corre limpa em frente da casa do vizinho. Mais, não podemos fazer… e quanto a desfazermo-nos do cão como é vontade desse senhor… nem pensar! Ele é o amigo, o companheiro de brincadeiras dos meus filhos e o responsável do equilíbrio emocional e afectivo do meu filho, que ainda não está completamente restabelecido! Ele é um membro da nossa família, e nós amamo-lo muito… é por isso que nós não temos nojo das excreções dele ou medo! Quanto aos bons maus vizinhos, que se contentem com o desprezo que já é bastante!



publicado por fatimanascimento às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?

Quarta-feira, 28 de Março de 2007
Quem pode viver neste país?

Estamos a viver uma das piores crises dos últimos anos e todos já notámos isso, no respeitante às despesas mensais! O gás subiu consideravelmente, gastamos o mesmo e pagamos mais; a electricidade também, e no que respeita ao acerto de contas anual, temos de pagá-lo por várias vezes, e passámos frio todo o Inverno para poupar electricidade… (e graças a Deus que a electricidade não subiu os 14% defendidos não sei por quem, porque iríamos à ruína e a EDP também, e voltaríamos à época dos candeeiros a petróleo); depois, temos os seguros que nos obrigam a fazer aquando da aquisição de habitação própria (seguro de vida), até aqueles que não queremos, como por exemplo o do recheio da casa…; o seguro do carro, do qual tentamos também defender-nos; temos a conta do telefone, cada vez mais avultada, já me aconteceu pagar mais de aluguer de telefone (ou do que quer que seja a quantia fixa que pagamos mensalmente!) e IVA que de chamadas; a água, que até há pouco tempo era um dos bens essenciais que não era muito cara, agora viu o seu preço disparar inexplicavelmente, (qualquer dia voltamos à bilha e às idas à fonte!); a internet, que é um recurso cultural importante, junto às outras despesas mensais… torna-se também pesada; se juntarmos a estas despesas, a prestação mensal da casa, do carro, o infantário particular, porque o público não tem horário para pessoas que trabalham, para além de serem também em número insuficiente… não é preciso fazer muitas contas para vermos que vivemos com a corda ao pescoço! Nós, classe média, que trabalhamos por conta de outrém, que não temos ordenados decentes que paguem justamente o trabalho que realizamos, que temos de pactuar com decisões políticas nada acertadas, mas que temos de engolir, porque não nos perguntam nada e, se juntarmos a isto, o daltonismo daqueles que nos governam, a falta de imaginação destes para resolver os problemas do país, a falta de novos rostos na classe política, uma vez que a imagem dos nossos políticos está cada vez mais gasta e desacreditada … quando se ouvem vozes defender a integração deste país em Espanha, como forma de se livrarem dos nossos políticos, que julgam incompetentes e corruptos… então, meus senhores, a questão é grave já e não é só económica… há toda uma saturação geral no povo português que é preciso saber interpretar urgentemente…para não haver surpresas desagradáveis no futuro! É que eu não acredito em revoluções ou golpes de estado, mas na reforma urgente das mentalidades (a que se deve juntar a sensatez de quem governa), para podermos levar a bom porto este país e o seu povo que já passaram por muito para não dizer por quase tudo!



publicado por fatimanascimento às 18:50
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Terça-feira, 27 de Março de 2007
A qualidade humana é decisiva em tudo!

   Eu raramente me fio no que as pessoas dizem ou fazem, olho mais para as intenções que estarão por trás do que dizem ou fazem. É claro que é difícil descobri-las mas não é impossível, só requer tempo, atenção e paciência! Aprendi à minha custa, e com pessoas que eram muito “amigas”!

   No dia-a-dia, todos ouvimos pessoas a queixarem-se de outras, das atitudes que tomaram ou daquilo que disseram ou fizeram… Ninguém é perfeito, mas também não vejo ninguém a tentar contrariar a sua natureza, tentando melhorá-la… o que se vê é que quase todos preferem viver a seu bel-prazer, dando largas à sua maneira de ser e justificando-se com os outros que fazem o mesmo ou ainda pior… e, desde que não sejam apanhados, não têm de mudar! O que anda na boca desse tipo de pessoas é esta máxima que defende que”vergonha é roubar e ser apanhado!” Acho que todos sabemos que a maneira de ser de cada um determina a sua moral ou seja a maneira como interioriza, (ou não!), e adapta os conceitos morais que lhes são, ou não, incutidos na infância e adolescência… Estas pessoas superficiais e ocas só têm a preocupação de manter o “verniz” intacto, para poderem estar bem vistas pelas restantes… o resto não interessa! E as pessoas que não se regem pelos parâmetros deles, não interessam, são consideradas aborrecidas, incomodativas e desinteressantes e são postas de lado! O pior de tudo é que este tipo de pessoas estão a aumentar e cada vez se torna mais difícil perceber a verdadeira natureza delas, uma vez que são mestres na arte do disfarce e o tempo destinado ao convívio é cada vez menor e não dá para conhecer verdadeiramente as pessoas! Posso dar vários exemplos que eu conheci, tendo em conta que não estão em causa as suas identidades mas as atitudes em si,.que devem ser denunciadas… Conheci uma pessoa de voz meiga, aparentemente humilde que parecia que até tinha medo de pisar o chão, alegre q.b. , dizia sempre aquilo que era certo, … bom, essa pessoa revelou-se uma das piores víboras que eu já conheci: manipuladora, intriguista e implacável! Ora, como esta há muitas… agora imaginem-nas actuando na sociedade, quer pessoal quer profissionalmente ou desempenhando cargos importantes! E são estas pessoas geralmente consideradas interessantes!

   Um dia, conversando com um ex-drogado, cheguei à conclusão que a natureza humana faz, de facto, toda a diferença… os drogados que são boas pessoas agridem-se a si próprios, enquanto que os outros põem a sua natureza a funcionar e prejudicam tudo e todos para se ajudarem a si próprios… até na miséria a natureza humana faz a diferença! E não me venham dizer que é a droga! Ela é como o vinho, só mostra aquilo que há de pior em nós!

   Partindo agora para o aspecto profissional… enquanto que as boas pessoas ajudam desinteressadamente outras pessoas que com elas trabalham, tendo em mente que é bom e saudável para toda a gente, as outras limitam-se a proveitar-se delas, a eliminá-las ou a desprezá-las.

   Aqui, costumo também fazer a diferença entre as pessoas inteligentes e as espertas. Não passa de uma convicção minha… mas penso que as pessoas inteligentes vêem o que é melhor para todos, enquanto que os espertos vêem o que é melhor para eles…

   No aspecto social ou familiar, é fácil também de perceber os efeitos das pessoas nocivas, quando elas mostram o sua verdadeira natureza… e todos conhecemos casos, não é assim?

   Eu acredito nas boas pessoas e você?

  



publicado por fatimanascimento às 18:33
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30
31


posts recentes

Que têm em comum Camões e...

Só anda descalço quem que...

"Bullies" /Predadores hum...

O que é a poesia?

Monarquia versus repúblic...

Meninas mulheres

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

arquivos

Outubro 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds