mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007
Os pais, esses estranhos...

É o drama de muitos pais que trabalham e dos respectivos filhos, sobretudo quando aqueles trabalham longe de casa e que, para além do tempo de trabalho, ainda têm que juntar o tempo que gastam nas viagens. Salvo quando existem problemas de saúde, ou ao fim-de-semana e feriados, é que esses pais têm mais tempo para dedicar aos filhos e vice-versa. Este tempo, contudo, não compensa o largo espaço de tempo semanal que os pais passam longe dos filhos. Há aquela ideia que defende que não se deve olhar à quantidade de tempo passado com os filhos mas à qualidade. É verdade... mas, muitas vezes, a qualidade precisa de tempo... porque ninguém faz nada bem à pressa! Se contarmos as horas que os filhos passam na escola e se as compararmos com aquelas que eles passam connosco em casa, sem contar as actividades extra-curriculares, veremos que nós, as famílias, ficamos a perder... (embora muitos pais se queixem que se não fossem essas actividades, eles tornar-se-iam insuportáveis... em casa)! Se descontarmos a horas diárias de trabalho, os trabalhos domésticos, os trabalhos de casa dos filhos, o estudo, o computador, etc., pouco resta, em termos qualitativos, para dedicarmos aos nossos filhos. Por causa disso, vemos a família a ser, cada vez mais, substituída pelos amigos... (quando eles têm a sorte de encontrá-los e eu refiro-me aos verdadeiros!)... quando digo família, refiro-me aos pais, avós... que deixam de lhes servir de referência na vida para o serem os amigos que eles mais gostam e admiram... é claro que este facto arrasta consigo um risco grande... Mas vejam as razões... eles têm um problema na escola, é com esses amigos que eles falam primeiro, pois os pais estão a trabalhar e só os vêem à noite, e quando chegam a casa, a não ser que sejam problemas graves e que eles não saibam como solucionar ou como reagir a eles, aí, eles talvez se abram, mas muitas vezes, já estão tão fartos de falar da mesma coisa com os colegas/amigos que já não o fazem em casa e, quando nos apercebemos desse problema, já está solucionado e já não interessa falar disso.  Os bons exemplos existem em todos e se os pequenos forem maduros ou sensatos, eles sabem distinguir um bom exemplo de um mau, mas quando tal não sucede ou se os conselhos que lhes são dados não os melhores, temos complicações sérias... Os acontecimentos felizes ou engraçados na vida dos nossos filhos, as novas namoradas, as peripécias do dia-a-dia também nos passam despercebidos, e é pena... Depois, nas alturas em que temos mais tempo, chegamos, finalmente, a conhecer todos esses factos da vida deles e ouvimos frases como "Eu, antes, calava-me a tudo o que me diziam, agora, já não faço isso... Aprendi com fulana!" ou "Mãe, eu sempre tive segredos para ti.  Repara, eu tenho mais confiança nos meus amigos do que em ti. Passo mais tempo na escola com eles...!" Por isso, pais, resignem-se, qualquer dia, somos uns estranhos em casa a passar algum tempo com aqueles desconhecidos a quem chamamos filhos...



publicado por fatimanascimento às 13:37
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


posts recentes

O que é a poesia?

Monarquia versus repúblic...

Meninas mulheres

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds