mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Sábado, 5 de Outubro de 2013
O mercado arrendatário
Fala-se muito do mercado arrendatário Há quase como uma apologia deste contra a compra de casa própria. Há quem pretenda ver na compra de habitação um dos males responsável por esta crise. Nada mais errado. Esta crise é o resultado da má administração dos dinheiros públicos. Mas o que admira é que quem defende este tipo de mercado como alternativa à aquisição de casa própria desconhece os problemas que este levanta aos locatários.
Os professores contratados têm um problema: andam com “a casa às costas” por todo o país. Mas esse não é o maior problema. Eles, geralmente, estão a pagar casa própria na cidade onde moram. Ao deslocarem-se, têm de enfrentar um novo desafio: a procura de nova casa. Nunca é fácil de encontrar, dependendo dos locais onde são colocados. Nalguns casos, ainda se encontram casas baratas. Noutros, nem casas quanto mais baratas! As rendas pedidas partem dos 300 euros para cima mais despesas. Se se tem a sorte de alugar a casa comprada ou se se tem a ajuda da família, é um auxílio determinante para a subsistência na nova localidade, caso contrário, é um pesadelo ou a impossibilidade tornada realidade, porque financeiramente é incomportável. O salário, depois de pagas as despesas fixas, não dá sequer para a alimentação. Se juntarmos a este quadro, já de si cinzento, a crise e os cortes nos salários dos funcionários públicos, o quadro passa a ter uma cor mais negra. Os mercados não têm a sensatez e muito menos a sensibilidade para interpretarem os sinais dos tempos. Então o que fazer para tornar este país um local economicamente mais justo para se viver? Há que disciplinar o mercado arrendatário com regras. Há que legislar nesse sentido colocando um preço máximo ao arrendamento. Este deve ter em conta o contexto económico-social do país tal como o ordenado mínimo. Se tivermos em conta os preços praticados nos contratos de arrendamento (quando os há) ainda se torna preferível a compra de habitação nem que seja para aluguer. Assim haja dinheiro. Sendo assim, o mercado arrendatário é um espaço apetecível para gananciosos sem escrúpulos que veem nele oportunidade de ganhar muito dinheiro. Outro dos problemas com que se deparam os locatários é o problema dos animais. Quando têm animais, torna-se mais difícil encontrar habitação. Quando não é o senhorio a colocar objecções são as pessoas com quem se poderá partilhar o espaço. Há um preconceito em relação aos animais de estimação. E não é fácil contrariar esta mentalidade. Está enraizada. Uma erva daninha difícil de combater. As pessoas tornaram-se muito materialistas. Dão mais importância aos objectos do que à vida. E não tem que ver com a idade, sexo, cultura ou classe social. É transversal a todos os grupos. Ainda assim há excepções. É com essas pessoas que conto. Mas são tão raras e tão preciosas que são difíceis de encontrar. Há que procurar, insistir, não desistir. É o que se tenta fazer. As pessoas de bem fazem toda a diferença.


publicado por fatimanascimento às 01:17
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Monarquia versus repúblic...

Meninas mulheres

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

arquivos

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds