mapa anual de remoinhos, desde 07 de Junho de 2008
ip-location
HELP TIBETE!
opiniões sobre tudo e sobre nada...
Quinta-feira, 2 de Maio de 2013
Isolamento e solidão

Há pelo menos dois tipos de solidão motivados por duas circunstâncias: situação de vida ou ausência de escolha. O isolamento requer já uma opção e pode ser consequência de uma opção e pode ser usada por prazer ou necessidade. Tenho uma amiga cuja solidão é motivada por motivos familiares. A família junta-se para criar situações de tensão e irritação entre si. Já de si desprezada pela família que a culpa por tudo e por nada, ela chora uma solidão forçada que nem o namoro, pouco ou nada satisfatório, ajuda. É mais uma solidão só que, desta vez, é a dois. Uma pessoa admiravelmente inteligente e que gosta de estar rodeada de pessoas, mas parece atrair sempre as erradas, mas que, ainda assim, não aceita a solidão. Há muitas outras pessoas que se limitaram a aceitar, pelo menos aparentemente, a situação aprendendo a conviver com ela, só saindo dela quando a solidão é tão pesada que quase se torna corpórea.

Depois há o isolamento. Há-os mais ou menos prolongados. É uma escolha. Geralmente todos nós precisamos desses momentos s sós, muitas vezes num sítio diferente rodeados de natureza que nos renova interiormente. Tive, um dia destes, uma experiência destas que vou recordar para sempre. O local ideal, a praia, o mar e a natureza pareciam ter-me transportado para um espaço mágico alagado de sol. à minha volta a natureza respirava serenidade. Os únicos ruídos, as vozes das crianças levadas pela aragem enquanto remexiam alegremente na areia em construções imaginativas. Conheço pessoas que escolheram viver afastados das multidões. Vivem em locais rodeados de natureza e, como eles próprios admitem, quando querem ver pessoas vão até à localidade mais próxima. É um privilégio em que poucos pensam ou procuram ou até desejam. Mas é uma opção. Também não se pode deixar de pensar naqueles que vivem isolados sem opção. Nasceram pobres, num local isolado que parece enraizá-los de tal forma que não poderão jamais sair dali. Mas nunca encontrei ninguém infeliz por isso. Talvez por outras razões, não diretamente relacionadas com o isolamento. Desde que, é claro, este não seja sinónimo de solidão.



publicado por fatimanascimento às 08:40
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

mapa mensal desde 7 de Junho de 2008
ip-location
mais sobre mim
contador
Free Web Counters
Free Counter
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

sociedade e desigualdade

“Vai abrir a porta, filha...

Verdade, jornalismo e… co...

Refugiados

Esquerda unida

Evolução

Eleições e pensamento

Fiadores

Nova forma de trabalho es...

Combater a natureza com a...

arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Devemos ser mesmo maus na...

A manifestação de Braga

links
leitores on line
online
URGENTE!
www.greenpeace.pt
sapo
blogs SAPO
subscrever feeds